19/03/2015

Benefícios da Meditação Transcedental



O verdadeiro transcender oferece efeitos muito mais profundos que só posturas físicas.
Na antiguidade a palavra “Yoga” era usada para descrever um estado específico de consciência que é atingido quando a mente transcende o estágio mais refinado dos pensamentos e alcança um estado de completo silêncio interior. Isto sempre aconteceu em meditação profunda. Algumas vezes algumas posturas físicas eram usadas como preparação, para dissolver as tensões mais superficiais, para que a meditação em si pudesse ser mais profunda. Mas, como centenas de pesquisas científicas têm confirmado, os efeitos mais profundos vêm principalmente do verdadeiro transcender.

Meditação verdadeira é natural, fácil, sem esforço
Qualquer pessoa pode aprendê-la, é agradável praticar, e altamente eficaz, geralmente desde a primeira meditação.
“Meditação” é normalmente compreendida hoje como um meio de forçar a mente a ficar quieta, geralmente através de alguma forma de concentração (em um som, respiração, ou “estar no presente”). Isto vai contra a natureza da mente, não é agradável, requer muito treinamento de disciplina, e geralmente não é muito eficaz.
Meditação verdadeira não requer concentração.
Em 1958, Maharishi Mahesh Yogi veio para o ocidente com a mensagem de que a verdadeira meditação é, na verdade, o completo oposto de como a meditação é compreendida hoje. Para a mente, a experiência de transcender, a meta de todas as técnicas de meditação, é como voltar para casa. É o estado mais agradável que a mente pode experimentar, e a mente já conhece, intuitivamente, o caminho de volta para casa. Tudo que devemos fazer é começar um processo completamente natural e, então, deixar a mente seguir seu próprio caminho.
A Meditação Transcendental é uma antiga técnica através da qual este processo natural pode ser iniciado, mas ela requer um treinamento pessoal detalhado, e acompanhamento para assegurar que seja praticada corretamente. No entanto, se praticada corretamente, ela é completamente natural, muito agradável e altamente eficaz, geralmente desde a primeira meditação. A verdadeira meditação é muito mais fácil do que a maioria das pessoas pensa.
O fato da MT ser natural e sem esforço não é só uma coisa boa, mas é na verdade a própria essência da meditação eficaz. Transcender é uma experiência de total silêncio e paz interior, não pode atingida ao forçar a mente, pois assim nós a mantemos ativa. É por isso que, após 40 anos de pesquisa, nenhuma outra técnica de meditação pode mostrar efeitos que chegassem perto dos efeitos da MT.
Efeitos nunca antes vistos, e confirmados cientificamente
Por milhares de anos, transcender tem sido descrito como a mais elevada experiência humana, uma experiência que é essencial para o pleno desenvolvimento da humanidade. A pesquisa científica sobre a MT pode confirmar isto.
Mais de cinco milhões de praticantes da MT descobriram que transcender tem um efeito profundo em quase todas as áreas da mente, corpo e cérebro, incluindo efeitos considerados quase impossíveis pela ciência moderna, tais como importantes melhoras com doenças anteriormente consideradas incuráveis, ou um aumento do desenvolvimento cerebral independente da idade.
Estes efeitos foram verificados por mais de 600 estudos científicos. A história da MT é não apenas uma história de efeitos extraordinários, mas também uma história de qualidade extraordinária de pesquisa científica, incluindo US$25 milhões em pesquisas financiadas pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA.
Repouso profundo = remoção do estresse enraizado
O repouso profundo que coincide com a experiência de transcender permite ao corpo eliminar nossos estresses mais profundos, que são a causa básica da maioria dos nossos problemas mentais.
Transcender é um estado onde a mente experimenta silêncio puro e paz interior. Quando este estado é atingido o corpo também vem para um estado de repouso profundo. Isto pode ser facilmente medido, por exemplo, pela medida do consumo de oxigênio.
Esta pesquisa, realizada na UCLA e na Universidade de Harvard, mostra que o estado de repouso que é experimentado quase que imediatamente durante a prática da MT vai muito mais profundo do que mesmo muitas horas de sono.
O relaxamento alivia nossas tensões acumuladas. O repouso profundo experimentado durante a MT permite ao corpo eliminar os estresses profundamente enraizados, mesmo estresses que anos de sono não podem tocar, pois o relaxamento durante o sono não é profundo o suficiente.
Isto tem um efeito marcante tanto na saúde mental quanto física.
Muitos estudos com pacientes severamente traumatizados, como veteranos de guerra, encontraram melhoras consideradas quase impossíveis de acordo com a psicologia moderna.
Um estudo anterior encontrou significativa redução em TEPT, Ansiedade, Depressão, insônia, alcoolismo e muitas outras variáveis em veteranos da guerra do Vietnam, enquanto um grupo de controle que recebeu psicoterapia padrão não apresentou qualquer melhora significativa. Após apenas 3 meses, 70% dos pacientes no grupo de MT não requereram mais tratamento, enquanto 100% do grupo de psicoterapia requereram continuação do tratamento.
Estes pacientes tiveram traumas muito mais severos do que a maioria das pessoas. Se a MT pode ajudá-los, podemos imaginar como ela pode ajudar a maioria das pessoas.
Centenas de outros estudos encontraram significativas reduções em depressão, ansiedade, insônia, instabilidade emocional, neuroses e problemas psiquiátricos.
No nível físico a pesquisa encontrou significativas reduções em hipertensão, colesterol, diabetes, enxaqueca, obesidade, aterosclerose, problemas cardíacos, fibromialgia, fadiga crônica e asma, só para citar algumas. A pesquisa encontrou até uma reversão do processo de envelhecimento. Remova a causa e os sintomas desaparecem.
Desenvolvimento do nosso pleno potencial cerebral
Transcender é essencialmente um estado de unidade. O efeito no cérebro de se transcender pode ser medido em tempo real.
Transcender parece ser exatamente o treinamento que nosso cérebro precisa.
As escrituras antigas proclamaram que esta experiência era absolutamente crucial para desenvolver nosso pleno potencial mental, e a pesquisa moderna parece confirmar isto.
Pesquisas no Instituto de Pesquisa no Cérebro em Moscou descobriram que a experiência de transcender parece desenvolver áreas muito maiores do nosso cérebro do que estímulos comuns, (azul escuro no gráfico), incluindo as chamadas “reservas escondidas”.
Outra forma de medir os efeitos no cérebro durante a MT é medir a coerência das ondas cerebrais no Eletroencefalograma (EEG), algo que pode ser feito com qualquer computador ligado a um aparelho de EEG.
Diferentes partes do cérebro enviam sinais elétricos quando são ativadas. Estes sinais são capturados por uma máquina de EEG, e então enviados a um computador, que pode calcular, em tempo real,a coerência entre estes sinais (em que grau estas ondas são similares).
A alta coerência no EEG indica que o cérebro está funcionando como um todo unificado, e isto foi correlacionado com maior QI, criatividade, estabilidade emocional, senso moral e desempenho acadêmico. O transcender coincide com uma extraordinaria coerência entre as ondas no EEG.
Este tipo de efeitos só foi encontrado de forma sistemática com a MT, não com outras técnicas de meditação ou relaxamento, pois técnicas de concentração não permitirão à mente transcender da mesma forma natural e eficaz.
A experiência regular de alta coerência no EEG aumentará também fora da meditação, resultando, entre outros, em melhor QI e criatividade, independente da idade, e até mesmo redução de sintomas de TDAH (o TDAH está relacionado a uma excepcional baixa na coerência das ondas no EEG)

Referências bibliográficas:
[1] WALLACE, R. K., et al. The physiology of meditation. Scientific American 226: 84–90, 1972. For a meta-analysis of 31 researches measuring the deep state of rest during TM, seeAmerican Psychologist 42: 879–881, 1987
[2] JEVNING, R.; WILSON, A. F.; and DAVIDSON, J. M. Adrenocortical activity during meditation. Hormones and Behavior 10(1): 54–60, 1978. Reduction in Biochemical Index of Stress: Decreased Plasma Cortisol Levels.
[3] BUJATTI, M., and RIEDERER, P. Serotonin, noradrenaline, dopamine metabolites in Transcendental Meditation technique. Journal of Neural Transmission 39: 257–267,1976.
[4] Physiology & Behavior 59: 399–402, 1996 [5] Human Physiology 25: 171–180, 1999 [6]International Journal of Neuroscience 14: 147–151, 1981

Adaptado de: www.meditacaotranscendental.com.br/